Palavra do Presidente – Caminhada de Obediência

“Naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes Jesus: Passemos para a outra margem” (Marcos 4.35). Provavelmente Jesus dá a ordem para seus discípulos irem para outra margem do Mar da Galileia porque estava buscando oportunidade para descansar um pouco, mas mesmo que tivesse outro propósito em mente, o Mestre não tinha necessidade de justificar sua ordem para eles. Ao longo de muitos anos de ministério já vi muitos pastores e lideres morrerem no lugar em que estão, porque se recusam a mudar. Um dia Deus lhes falou, mas eles não conseguiram mais ouvir a Sua voz, e ficaram parados naquele ponto da vida e ministério. O resultado direto disso foi a morte. Morte da vida espiritual, morte do ministério e até mesmo a morte física. Marcos escreveu que Jesus ordenou: “Passemos para a outra margem” (v. 35), mesmo que fosse uma hora inóspita ou inadequada (do ponto de vista humano), pois já era tarde, os discípulos obedeceram. Esta é a questão, não temos que discutir a ordem de Deus, apenas obedecer. Nada melhor do que caminhar na obediência plena da vontade de Deus, mesmo que não faça sentido. Outra observação que extraímos da ordem que Jesus deu, nos revela que o Senhor não prometeu nada a eles, caso obedecessem. O texto, na sequência, nos mostra que os discípulos seguiram em frente, e uma grande tempestade desabou sobre eles (v. 37). Será que isso surpreendeu a Jesus? Certamente que não, mas quando o Senhor nos dá uma ordem, poderemos ter a certeza de que Ele irá conosco até o fim. Se estivermos dentro da vontade de Deus devemos descansar, porque Ele irá nos socorrer sempre que clamarmos. Marcos escreveu no capitulo seguinte: “Entrementes, chegaram à outra margem do mar…” (Mc 5.1). Apesar de tudo que aconteceu, os discípulos conseguiram chegar ao outro lado do Mar. Vale a pena obedecer a ordem divina, pois mesmo que não nos prometa nada, o próprio Deus nos garante que estará conosco sempre e a sua presença é a garantia que precisamos para conseguirmos chegar ao destino ou ao lugar que Ele nos mandou ir. Amados irmãos, obedecer a voz do Senhor nos fará muito bem, mesmo que não tenhamos nenhuma aparente promessa. Deus nos prova, e somos aprovados na escola divina, quando seguimos fielmente suas ordens.